Negociar um aumento com seu empregador pode ser difícil e exaustivo.

As negociações são um diálogo que visa chegar a um acordo. Portanto, é importante saber com antecedência o que você quer e o que está pronto para desistir.

As negociações salariais com seu empregador devem ser preparadas com bastante antecedência. Você deve saber seu valor de mercado e o valor que você traz para a empresa.

Saiba exatamente quais objetivos você e sua equipe precisam alcançar. Isso garantirá que as negociações ocorram sem problemas e o aproximará do resultado desejado. Esperamos que este artigo o ajude a se preparar para uma negociação bem-sucedida.

 

1. Conheça seu valor de mercado

 

Antes de negociar seu salário, você precisa saber quanto vale para a empresa. Muitos fatores podem influenciar o seu salário.

A primeira coisa a fazer é descobrir quanto você vale em seu setor e com base em sua experiência. Esse valor é difícil de estimar porque depende da região e do tipo de empresa em que você trabalha.

Se você trabalha em uma grande empresa com uma estrutura salarial clara para cada cargo, será menos flexível do que em uma pequena empresa familiar.

Você precisa saber qual salário deve almejar com base em sua experiência. Os salários variam muito de acordo com a indústria, antiguidade e localização, por isso é importante negociar um bom salário.

LEIA  Prepare seu pedido de aumento

Primeiro, olhe para o que as pessoas em sua área com a mesma experiência e na mesma posição que você ganha.

Em seguida, determine a faixa salarial para o cargo e compare o salário médio com os salários de mercado.

 

 2. O que você conseguiu até agora?

 

Uma parte importante desse processo é mostrar ao entrevistador por que você merece um salário mais alto. Se você tiver uma lista de realizações, prêmios e provas de seu valor para a empresa, terá uma vantagem ao negociar.

Uma avaliação adequada de suas realizações o ajudará a negociar um aumento, mas não espere até o final do ano para pedir um aumento. É mais provável que você tenha sucesso se tentar negociar antes que o orçamento do próximo ano esteja pronto.

Não fale apenas sobre o passado, porque suas realizações e os exemplos que provam seu valor são mais importantes do que avaliações de desempenho anteriores ao negociar com um empregador.

 

3. Planeje os pontos que deseja cobrir

 

Ao preparar suas notas de negociação, certifique-se de responder às seguintes perguntas. Por que você acha que tem direito a um salário mais alto do que os outros? Antes de abordar seu chefe, prepare uma lista de perguntas o mais específica possível. Esta lista pode incluir, por exemplo.

As metas que você alcançou, a quantidade de trabalho para o qual contribuiu ou os prêmios que recebeu em nome da empresa. Se possível, use números reais.

LEIA  Escapando negatividade-proteja-se ondas negativas

Anos de experiência em seu setor. Especialmente se você excedeu os requisitos mínimos estabelecidos pela empresa.

Seus diplomas e qualificações, especialmente se forem muito procurados em seu setor.

O salário médio em outras empresas para trabalhos semelhantes.

 

4. Treinamento

 

O mais importante é se preparar com antecedência. Prepare-se para perguntas difíceis conhecendo seu tópico e praticando até se sentir confortável. Seu interlocutor certamente será mais experiente e menos preocupado com o resultado do que você. Portanto, será mais fácil para você manter sua estratégia se souber exatamente sobre o que falar.

Prepare-se para a entrevista de forma que você não se sinta nervoso e possa encontrar respostas para perguntas complicadas instantaneamente.

É melhor treinar com um amigo ou colega em quem você confia e que possa lhe dar um feedback construtivo. Você também pode gravar a si mesmo na frente de uma câmera ou falar na frente de um espelho.

Este passo é especialmente importante porque falar com seu chefe pode ser desconfortável, mas quanto mais você praticar, mais confortável você se sentirá quando chegar a hora.

 

5. Seja assertivo, persuasivo e confiante

 

Para negociar com sucesso um aumento, você precisa ser assertivo e persuasivo. Quanto mais confiante você estiver, maior a probabilidade de seu empregador ouvir você. Arrogância e presunção não devem ser confundidas com confiança na avaliação de seus próprios pontos fortes e qualidades.

LEIA  Como desenvolver seu potencial pessoal e profissional: treinamento gratuito

Nas negociações, a falta de autoconfiança pode fazer com que você exagere ou peça desculpas, o que pode custar caro. Em vez disso, descreva claramente o aumento que você está pedindo e explique brevemente por que você está pedindo.

Lembre-se de que você está fornecendo conhecimentos valiosos ao seu chefe. Se você acha que seu salário atual não é compatível com suas habilidades e experiência. Esteja preparado para fazer backup de sua reivindicação com pesquisa de mercado salarial apoiada com informações sobre seu valor pessoal. Isto é para que possa apresentar o seu pedido com confiança.

 

6. Defina metas altas para sua solicitação

Um dos princípios básicos da negociação salarial é oferecer ao empregador um valor ligeiramente superior ao que você realmente espera obter. Desta forma, você poderá obter um aumento bastante próximo do seu desejo, mesmo que sua proposta seja revisada para baixo.

Da mesma forma, se você estiver oferecendo um intervalo, verifique se o valor mais baixo que você está oferecendo também é apropriado. Porque os empregadores quase sempre escolherão o mais baixo.

Depois de reunir o máximo de informações possível sobre seu valor de mercado e a capacidade de pagamento do seu empregador. Vamos lá, comece a negociar não hesitando, se necessário, em preceder ou seguir sua entrevista com um correio formal.