Imprimir amigável, PDF e e-mail

Um dos meus funcionários, que consome drogas e roubou dinheiro de minha loja, foi demitido por falta grave por esse motivo. Ele me acusa de ter mencionado isso a clientes e, portanto, considera que sua demissão ocorreu em circunstâncias vexatórias. Mesmo que ele tenha cometido uma falta, ele pode ser indenizado?

O Tribunal de Cassação recordou que, mesmo quando justificado por falta grave do trabalhador, o despedimento pode causar a este, pelas circunstâncias vexatórias que o acompanharam, um dano pelo qual se justifica o pedido de indemnização.

No passado, já havia estabelecido uma jurisprudência segundo a qual o mérito de um pedido de indemnização pelas condições vexatórias da rescisão do contrato de trabalho independe do mérito deste.

No caso, um empregado (bar manager) havia encaminhado ao tribunal industrial pedido de indenização por danos morais causados ​​pelas circunstâncias de seu desligamento por falta grave que, segundo ele, são vexatórias. Repreendeu seu empregador por ter divulgado publicamente as razões de sua demissão, evocando que estava tomando ...

Continue lendo o artigo no site original →

LEIA  Crie um site e venda seu treinamento online com Podia