Imprimir amigável, PDF e e-mail

Contrato de aprendizagem: quebra de contrato

O contrato de aprendizagem é um contrato de trabalho pelo qual você, como empregador, se compromete a ministrar ao aprendiz uma formação profissional, parcialmente ministrada na empresa e parcialmente em centro de estágio (CFA) ou centro de aprendizagem.

A rescisão do contrato de aprendizagem, durante os primeiros 45 dias, consecutivos ou não, de estágio em empresa realizada pelo aprendiz, pode intervir livremente.

Após este período dos primeiros 45 dias, a rescisão do contrato só pode ocorrer com acordo escrito assinado por ambas as partes (Código do Trabalho, art. L. 2-6222).

Na ausência de acordo, um procedimento de demissão pode ser iniciado:

em caso de força maior; em caso de falta grave do aprendiz; Em caso de falecimento do empregador, mestre de aprendizagem no âmbito de sociedade unipessoal; ou por causa da incapacidade do aprendiz de realizar o ofício para o qual queria se preparar.

A rescisão do contrato de estágio também pode ocorrer por iniciativa do aprendiz. É uma renúncia. Ele deve primeiro solicitar o mediador da câmara consular e respeitar um prazo de notificação.

Contrato de aprendizagem: rescisão por mútuo acordo das partes

Se você…

Continue lendo o artigo no site original →

LEIA  Automatize sua conta do Instagram em 30 minutos para vender!