Com os confinamentos, as medidas de saúde postas em prática, os funcionários acumularam vale-refeição, ficando impossibilitado de utilizá-lo.

Para apoiar os donos de restaurantes e incentivar os franceses a consumir em restaurantes, desde 12 de junho de 2020, o governo flexibilizou as regras para o uso de vouchers. Esses acordos deveriam terminar em 31 de dezembro de 2020.

Porém, em comunicado de 4 de dezembro de 2020, o Ministério da Economia, Finanças e Recuperação anunciou que as medidas para flexibilizar os prazos de utilização do vale-refeição seriam estendidas até 1º de setembro de 2021 inclusive.

Um decreto, publicado em 3 de fevereiro de 2021, confirma a comunicação ministerial. Mas cuidado, as medidas de flexibilização valem até 31 de agosto de 2021.

Voucher de restaurante: validade de vouchers de 2020 prorrogada (art. 1)

Em princípio, os vales-refeição só podem ser utilizados como pagamento de refeição num restaurante ou retalhista de fruta e produtos hortícolas durante o ano civil a que respeitam e por um período de dois meses a partir de 1 de janeiro do ano seguinte (Código do Trabalho, art. R. 3262-5).

Em outras palavras, os vales-refeição de 2020 não podem mais ser usados ​​após 1º de março de 2021. Mas o…

Continue lendo o artigo no site original →

LEIA  Licença doença: flexibilização das condições de cobertura prorrogada até 1º de junho de 2021